.

.

.

.
.

Meu Senhor e Meu DEUS ...

Meu Senhor e Meu DEUS ...
Um jovem que trabalhava no exército era humilhado por ser cristão. Um dia seu superior querendo humilhá-lo na frente do pelotão chamou o soldado e disse: Jovem aqui, pegue esta chave, vá até aquele Jipe e estacione ali na frente. O jovem disse: Não sei dirigir. Então disse o superior, peça ajuda a seu Deus. Mostre que Ele existe. O soldado pegou a chave e começou a orar, depois ligou o veículo, manobrou e estacionou perfeitamente. Ao sair do Jipe o soldado viu todos de joelhos, chorando e dizendo: Nós queremos teu Deus. O jovem soldado espantado, perguntou o que estava acontecendo. O superior chorando abriu o capô do Jipe e mostrou para o jovem que o carro estava sem motor. O jovem então disse: Estão vendo? Esse é o Deus que sirvo. O Deus do impossível. O Deus que traz a existência aquilo que não existe! então clame por ele , adora a ele , DEUS te amo ♥

Calça rasgada – Ilustração


Duas esposas de pastor estavam sentadas, uma ao lado da outra, remendando as calças de seus maridos. Uma delas falou à amiga: – Pobre do João, ele está muito desencorajado no trabalho da igreja. Há alguns dias ele falou até em renunciar e entregar seu cargo. Parece que nada vai bem e tudo dá errado para ele. A outra respondeu: – Lamento por vocês. O meu marido tem dito exatamente o contrário. Tem sentido cada dia mais intimidade com Deus, como nunca havia experimentado antes. Um pesado silêncio atingiu aquelas duas mulheres, que continuaram com os remendos, sem trocar mais nenhuma palavra. Uma delas estava remendando os joelhos da calça de seu marido e a outra, a parte traseira.

O grande Advento / a volta prá Casa.....

O grande Advento / a volta prá Casa.....

quarta-feira, 28 de julho de 2010

Feliz a Nação cujo Deus é o Senhor !!!

“Bem-aventurada é a nação cujo Deus é o Senhor, e o povo ao qual escolheu para sua herança”.Sl 33.12Imagine-se sendo parte de uma nação que segue os preceitos do Senhor, que sob a sua Palavra está posto todos os caminhos e a forma de administrar do governo. Um povo que tem a justiça como propósito, a verdade como forma de condução de vida e o respeito ao próximo como forma de relacionar-se com seus compatriotas. Seríamos felizes e desfrutaríamos do melhor de Deus para nossa vida. Uma nação cujos filhos fossem tementes a Deus, que cumprissem os mandamentos do Senhor e que tivessem temor a Ele em todas as situações de sua vida. Diante do mundo em que vivemos, ter a esperança de um povo que cumpre a palavra do Senhor em todas as suas ações, pode parecer utópico. Quando observamos as nossas famílias, nosso ambiente de trabalho, até a comunidade cristã em que estamos inseridos, acreditamos que dificilmente poderíamos ter esta felicidade um dia. Mas ela deve ser um objetivo a ser perseguido, não uma imagem da nossa fé que somente poderemos alcançar um dia quando estivermos na glória. A vida que o Senhor nos deu deve ser iniciada a partir de nossa vida terrena. Nós somos os instrumentos d’Ele para ser a ponte entre Ele e o mundo que jaz no maligno. Os cristãos são o testemunho vivo de que Jesus continua a ser hoje o que era antes e o que será futuramente. Através de nossas vidas o mundo saberá que Jesus veio e somente através d’Ele nós teremos nosso caminho de volta para a casa do Pai. Por isso, todos conhecerão a justiça de Deus se nós apresentarmos; conhecerão a paz, se nós formos os pacificadores do Senhor nesta terra. Conhecerão o amor de Deus se nós amarmos ao próximo como a nós mesmos. A missão da pregação do Evangelho é de cada cristão, pois esta é a nossa missão maior. Fazer discípulos do Senhor, inseri-los numa comunidade de fé, no meio do povo de Deus, da nação santa, um povo que foi escolhido para ser testemunha d’Ele nesta terra. Esta é uma nação bendita do Senhor e que tem o privilégio e a responsabilidade de refletir a sua face e dar continuidade à obra de construção do seu reino nesta terra. Rev. Fred Souto

2 comentários:

  1. Feliz é a nação cujo Deus é o Senhor

    Ivone Boechat (autora)


    A felicidade de qualquer nação depende, fundamentalmente, do reconhecimento da soberania de Deus e a influência que Ele passa a exercer sobre as pessoas, sobre as famílias e todas as instituições. Quando se buscam deuses falsos ou quando não se cultua a nenhum deus, quando a Palavra de Deus e as suas Leis não têm lugar de adoração e destaque na vida da sociedade, ela perece entregue aos vícios, à depressão, à infelicidade. Uma nação se constrói no alicerce da fé. Cada cidadão bem orientado, com uma base sólida de educação, vai ajoelhar-se, aos pés de Cristo, buscando a comunhão com Deus. Porque “Os céus manifestam a glória de Deus, e o firmamento anuncia a obra de suas mãos” Sl 19:1. Ninguém é insensível à majestade divina, quando lhe apontam para a grandeza do Seu poder.
    Feliz é a nação que “instrui ao menino no caminho em que deve andar” Pv 22:6.
    Feliz é a nação, onde a juventude “Lembra-se do Seu criador nos dias da sua mocidade. Ec.12:1.
    Feliz é a nação, onde os “príncipes ensinam aos anciãos a sabedoria…” Sl 105:22.
    Feliz é a nação que atende aos profetas de Deus, pois suas palavras são “…como uma candeia que alumia em lugar escuro, até que o dia amanheça e a estrela da alva surja em vossos corações” II Pe 1:19.
    Feliz é o cidadão que reclina sua fronte nas sagradas escrituras, porque “seca-se a erva e murcha a flor, mas a palavra de nosso Deus subsiste eternamente” Is 40:8.
    Feliz é o homem que “anda pelo caminho da retidão, no meio das veredas da justiça” Pv.8:20.

    A humanidade clama pela presença do Deus vivo, fiel, justo, capaz de transformar as tristezas desta civilização decadente numa geração eleita, confiante.

    Cada família pode se apresentar como agência do bem, responsável por seus filhos, vigilantes da paz.
    O homem foi criado para viver feliz, serenamente, entre as flores do imenso jardim do Universo – único verso divino, ritmado na cadência de vozes angelicais e nas bênçãos que o Pai das luzes derrama sobre seus filhos.
    Feliz é a nação que se esforça para caminhar debaixo da potente mão do Senhor e reconhecer que, desde a antiguidade, “O povo que andava em trevas viu uma grande luz; e sobre os que habitavam na terra de profunda escuridão resplandeceu a luz”. Is 9:2.

    http://jornalgospelnews.com.br/2010/09/28/feliz-e-a-nacao-cujo-deus-e-o-senhor/

    ResponderExcluir