.

.

.

.
.

Meu Senhor e Meu DEUS ...

Meu Senhor e Meu DEUS ...
Um jovem que trabalhava no exército era humilhado por ser cristão. Um dia seu superior querendo humilhá-lo na frente do pelotão chamou o soldado e disse: Jovem aqui, pegue esta chave, vá até aquele Jipe e estacione ali na frente. O jovem disse: Não sei dirigir. Então disse o superior, peça ajuda a seu Deus. Mostre que Ele existe. O soldado pegou a chave e começou a orar, depois ligou o veículo, manobrou e estacionou perfeitamente. Ao sair do Jipe o soldado viu todos de joelhos, chorando e dizendo: Nós queremos teu Deus. O jovem soldado espantado, perguntou o que estava acontecendo. O superior chorando abriu o capô do Jipe e mostrou para o jovem que o carro estava sem motor. O jovem então disse: Estão vendo? Esse é o Deus que sirvo. O Deus do impossível. O Deus que traz a existência aquilo que não existe! então clame por ele , adora a ele , DEUS te amo ♥

Calça rasgada – Ilustração


Duas esposas de pastor estavam sentadas, uma ao lado da outra, remendando as calças de seus maridos. Uma delas falou à amiga: – Pobre do João, ele está muito desencorajado no trabalho da igreja. Há alguns dias ele falou até em renunciar e entregar seu cargo. Parece que nada vai bem e tudo dá errado para ele. A outra respondeu: – Lamento por vocês. O meu marido tem dito exatamente o contrário. Tem sentido cada dia mais intimidade com Deus, como nunca havia experimentado antes. Um pesado silêncio atingiu aquelas duas mulheres, que continuaram com os remendos, sem trocar mais nenhuma palavra. Uma delas estava remendando os joelhos da calça de seu marido e a outra, a parte traseira.

O grande Advento / a volta prá Casa.....

O grande Advento / a volta prá Casa.....

quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

Voltando para o Lar ....

“Vinde, e tornemos para o SENHOR, porque ele nos despedaçou e nos sarará; fez a ferida e a ligará.” (Oseias 6.1). Quando em saúde e prosperidade, frequentemente nos afastamos de Deus, porque temos uma natureza inconstante que necessita de disciplina espiritual adequada para que permaneçamos firmes e inabaláveis na Rocha da verdade na qual fomos edificados, não nos afastando dEla por causa de deficiência de caráter ou por falta de experiência em lidar com as tentações e fascínios do mundo. Assim, quando não temos ainda aprendido a ser aperfeiçoados pela disciplina ministrada pelo Espírito Santo em meio às circunstâncias reais da vida, não podemos atender satisfatoriamente ao dever que temos para com Deus, de andarmos em santificação na Sua presença, e em completa dependência dEle.
Por isso necessitamos da correção de Deus – a princípio, somos chamados a permanecer no lugar que nos convém por meio de alertas que nos chegam através de provações leves, e que, à media que vão sendo negligenciadas podem aumentar muito em grau, até que voltemos para um caminhar ordenado diante dAquele que nos salvou para sermos luz e sal neste mundo de trevas. Quando a alma se encontra em profundezas ela não pode ver a luz, e então tende a se abater em desesperança quanto à sua recuperação desta condição que a deprime e lhe imprime a falsa convicção de que não pode ser livrada pelo poder de Deus. Ela creu na prosperidade, que poderia vencer qualquer adversidade, mas agora na profunda aflição é incapaz sequer de expressar uma única expressão de fé. Há somente um peso terrível que a puxa mais e mais para baixo e para longe da presença de Deus e dos Seus caminhos.
Esta é hora do grande aprendizado sobre o valor da graça e o poder da fé, porque ajudada pelo Espírito Santo, a alma ousa elevar um clamor ainda que sem palavras, bem no fundo do coração, pedindo socorro ao Senhor para ser purificada e renovada, para a restauração da plena comunhão. Então, uma voz amiga é ouvida: “Vem, voltemos para o lar onde há provisão, paz e segurança, voltemos para Senhor!” Ele nos convida e atua no mais profundo íntimo do espírito e nos ergue de um só salto para uma nova caminhada. Nesta hora a atmosfera espiritual antes pesada, se torna instantaneamente leve e aromática. Com que alegria o espírito respira este ar fresco e puro que desce das regiões celestiais. “Volta, ó Israel, para o Senhor, teu Deus, porque, pelos teus pecados, estás caído. (Oseias 14.1).

A Grandeza do Poder de Deus para Ressuscitar.

“A grandeza do seu poder para conosco, os que cremos segundo a eficácia de seu poder, que manifestou em Cristo, ressuscitando-o dos mortos.” (Efésios 1.19,20).Na ressurreição de Cristo, como em nossa salvação, não foi apresentado nada menos do que um poder divino .
Que diremos daqueles que pensam que a conversão é feita pelo livre arbítrio do homem, e é devida à sua própria superioridade de disposição? Quando virmos os mortos saírem da sepultura por seu próprio poder, então podemos esperar ver ímpios pecadores de sua livre vontade se voltando para Cristo. (Afinal, por natureza, todos estamos mortos em delitos e pecados, quando não temos a Cristo – nota do tradutor). Isto não é a palavra pregada, nem a palavra lida em si mesma, todos os recursos de poder vivificador do Espírito Santo. Este poder foi irresistível . Todos os soldados e os sumos sacerdotes não puderam manter o corpo de Cristo no túmulo, se a morte não pôde segurar Jesus em seus laços; de igual maneira, irresistível é o poder que age no crente quando ele é levantado em novidade de vida. Nenhum pecado, nem corrupção, nem demônios do inferno, nem os pecadores na terra, pode impedir a mão da graça de Deus, quando ele tem a intenção de converter um homem. Se o Deus onipotente diz: “Tu irás”, o homem não deve dizer: “Eu não vou.”
Observe que o poder que ressuscitou Cristo dentre os mortos era glorioso . Refletia honra a Deus e consternação nas hostes do mal. Portanto, há grande glória para Deus na conversão de cada pecador. Foi eterno poder. “Cristo ressuscitado dos mortos, já não morre mais, a morte não tem mais domínio sobre ele.” Então, nós, ressuscitados dos mortos, não voltaremos para as nossas obras mortas, nem para as nossas antigas corrupções, mas havemos de viver para Deus. “Porque ele vive nós vivemos também.” “Porque estamos mortos, e a nossa vida está escondida com Cristo em Deus.” “Assim como Cristo foi ressuscitado dentre os mortos para a glória do Pai, assim também andemos nós também em novidade de vida.” Por fim, o texto marca a união da nova vida em Jesus. O mesmo poder que levantou a cabeça funciona na vida nos membros. Que bênção ser vivificado juntamente com Cristo!

Para Isto Fostes Chamados !!!

Porque será que o Senhor Jesus nos quer seguindo seu caminho? Porque Ele deseja que sigamos seus passos? Todas essas perguntas com suas respostas encontramos em um livro: A ” Bíblia “. Leiamos em 1 Pedro 2:21-23 ” Para isto mesmo fostes chamados, pois também Cristo sofreu em vosso lugar, deixando-vos exemplo para seguirdes os seus passos, o qual não cometeu pecado, nem dolo algum se achou em sua boca, pois Ele, quando ultrajado, não revidava com ultraje, quando maltratado não fazia ameaças, mas entregava-se àquele que julga retamente. ” Alguma vez já meditamos ou analisamos, o que foi exatamente o caminho que Jesus percorreu aqui em nosso meio quando esteve neste mundo. Eu acredito que Jesus nos quer junto a Ele em todos os momentos de nossas vidas, até um dia chegarmos ao seu Trono diante Dele.
O nosso chamado vai além de muitas coisas neste mundo atual, quando meditamos neste versículo, vemos que Cristo sofreu em nosso lugar, deixando seu exemplo para nós, como devemos agir neste mundo, seguindo seus passos, não agindo de forma grosseira, não retribuindo mal por mal, não se achou Nele dolo ou mal algum, não fazia ameaças quando torturado ou injustiçado, não revidava quando questionado. Quando nos deparamos com uma situação parecida com a de Cristo, sera que nós faríamos o mesmo que Jesus fez, temos visto muitos pregadores famosos, agindo de forma tão triste, reivindicando, respondendo uma ameaça em rede nacional, de forma grosseira, se fazendo até de vitimas. Não é esse o exemplo que Cristo nos deixou, e não foi para isso que fomos chamados.
Jesus tem o maior desejo e anseio que sigamos seus passos, foi para isso que Ele nos chamou. O que torna o Caminho que Cristo escolheu para nós tão maravilhoso, é que Ele nos conduz para perto de Deus, e quando nos aproximamos de Deus, nos envolvemos com sua essência e virtude. Nós fomos chamados para agradar a Deus com nossas atitudes, tentar de todas as maneiras seguir as atitudes de Cristo, umas delas é: Levar a carga um dos outros que não é fácil, mas foi o exemplo que Cristo nos deixou, veja em Gálatas 6:2 que diz que ” devemos levar as cargas uns dos outros “. Isso significa que devemos ser compassivos e sem maldade com as pessoas que nos causam dificuldades e prejuízos, isso não é fácil, mas quem tem a essência de Deus consegue suportar. Eu vejo que nós como Igreja de Cristo, ainda temos que aprender muito sobre o chamado de Deus para nossas vidas, ainda agimos de forma humana, tomamos nossas próprias decisões em vez de nos dirigirmos a Deus e buscarmos suas orientações.
Eu gostaria de encorajar a todos que entendem o chamado de Deus para sua vida, mesmo que você seja atacado de forma grosseira, caluniado ou injustiçado, tiraram teu cargo na Igreja, você agora ta no banco e sua família te despreza. Lembre-se que diz em João 15:16, ” que não fomos nós que escolhemos a Cristo, mas foi Ele que nos escolheu “. Você é um escolhido ou uma escolhida, você foi chamado por Deus, um dia Deus vai te honrar, só espere em Deus, pra isso você foi chamado. A Bíblia enfatiza a importância da escolha de seguir o exemplo de Cristo, o caminho que Ele seguiu aqui na terra, deve ser o mesmo para nós. Se não seguirmos os passos de Cristo aqui neste mundo:

Como poderemos caminhar com Ele no Paraíso? Em Apocalipse 3:4 nos relata: ” que nós andaremos de branco juntos com Cristo “. Será que você pode imaginar que cena linda, Jesus andando ao nosso lado, Ele caminhará conosco no Paraíso que Ele prometeu para o ladrão na Cruz, mas isso só irá acontecer se estivermos andando, seguindo seus exemplos aqui na terra, a carta de Paulo aos Filipenses 2:6-11, nos diz: ” que nós temos que ter o mesmo sentimento que houve em Cristo Jesus “.
Se você quer dedicar-se a Deus, seguindo os passos de Cristo e entender mais sobre o chamado Dele para sua vida, peça a Ele te revelar e mostrar o verdadeiro entendimento de um chamado. Faça esta seguinte oração comigo: Deus estou aqui de olhos fechados, pronto a receber tua orientação e seguir teu caminho, mostra-me Senhor o teu poder, e que eu venha entender o verdadeiro chamado Teu para minha vida. Em nome de Jesus Cristo amém.

A Escola do Mal ...

“ Ora, o Espírito afirma expressamente que, nos últimos tempos, alguns apostatarão da fé, por obedecerem a espíritos enganadores e a ensinos de demônios, pela hipocrisia dos que falam mentiras e que têm cauterizada a própria consciência,” – 1 Timóteo 4:1-2. Um dos motivos de nosso Senhor Jesus Cristo, em seu ministério terreno, ter sempre se mostrado muito receptivo às pessoas comuns, e muito repreendedor dos líderes de Israel, notadamente os escribas e fariseus, encarregados do templo e do ensino do povo, era devido à perversa influência deles, tanto pelo seu comportamento quanto por sua instrução, que levava as pessoas comuns para longe da vontade de Deus e dos Seus mandamentos.
E esta história sempre se repetiu no mundo, onde aqueles que teriam o dever de serem os guardiões de uma sadia moralidade, são justamente os que agem no sentido de desintegrá-la para fins perversos e escusos. A grande maioria das pessoas não escolheu voluntariamente agir contra Deus e os valores de Deus, isto lhes foi ensinado desde a mais tenra idade, como sendo a única forma de se livrarem de um jugo de obediência a Ele, e serem livres para fazerem tudo o que for da sua própria vontade. Isto está no cancioneiro mundial. Os cantores dizem: “faça o que você quiser, você é livre para isso”; “vale tudo… o que importa é ser feliz, siga o seu coração e satisfaça todos os seus desejos.”
Dói-me o coração, e compadeço-me, especialmente em relação aos jovens desde a década de 60, e eu entre eles, quando começou uma grande investida contra a moral e os bons costumes, sobretudo através da cultural musical e da expansão do tráfico de drogas e do sexo livre.Dói-me ainda mais em relação a todas as pessoas que vivem nestes nossos dias, em que a iniquidade programada por aqueles que detêm o poder sobre a mídia mundial, e sobre todos os demais aspectos que moldam o comportamento das pessoas, com vistas a conduzir ao caos social, avança a passos rápidos que não poderão ser detidos, a não ser por Jesus Cristo em sua segundo vinda. Até lá, continuemos orando, intercedendo em favor de todos, para que Deus nos guarde de todo este grande mal.

terça-feira, 29 de dezembro de 2015

A vontade de Deus faz toda diferença.

O livro de Jeremias que leva o nome do Profeta mostra a realidade que se encontrava o reino de Judá por ocasião à vida de pecado que estavam levando. O profeta Jeremias foi chamado ao ministério profético que abrangeu um período de 40 anos no reino de Judá (626 a.C. até 586 a. C.). As autoridades não recebiam bem as suas mensagens, pois se tratavam de mensagens de punição pelo afastamento que estavam de Deus. Jeremias foi rejeitado, perseguido e preso. Ele foi usado por Deus para anunciar o castigo que O Senhor ia mandar e ainda estava vivo quando as suas profecias se cumpriram.
Jeremias foi um profeta que enfrentou períodos difíceis em seu ministério. A realidade espiritual do povo não era nada agradável aos olhos de Deus. No entanto, mesmo nesse cenário de degradação espiritual, ele obedece a Deus e menciona a palavra do Senhor aos incrédulos. Após a cidade de Jerusalém ser invadida por Nabucodonosor, muitos são levados cativos para Babilônia, e uma minoria são deixados para traz, entre eles o profeta Jeremias. A situação não era nada agradável, estava um grande caos devido a tanta desolação. O grupo que ficou em Jerusalém aos cuidados de Gedalias, sofre com a traição de um homem chamado Ismael, levando inúmeros a morte. Logo, Joanã se levanta para prosseguir no cuidado dos sobreviventes.
É nesse momento que sob a liderança de Joanã que eles vão consultar o profeta Jeremias para saber qual é a vontade de Deus para vida deles, dando parecer favorável de que aquilo que o Senhor disser, eles irão acatar. O capítulo 42 registra essa consulta ao profeta, eles queriam saber se era melhor ficar em Judá, ou se os sobreviventes deveriam partir para o Egito. Depois de dez dias O Senhor revela que todos deveriam ficar ali, mesmo em meio aquele caos, pois ali seriam abençoados. Caso contrário, se partissem para o Egito, a espada de Nabucodonosor que eles tanto temiam, iria alcançá-los lá; a comida que almejavam ter no Egito, não encontrariam, mas teriam fome.
É nesse cenário de tantos acontecimentos que tiramos algumas lições para nossa vida, principalmente em momentos que não sabemos o que fazer, ou qual a melhor decisão a ser tomada. A consulta ao profeta foi algo positivo, pois a princípio demostraram temor em querer saber a vontade de Deus. No entanto, quando Deus revela a eles que Sua vontade era que permanecessem em Judá, o povo tem uma atitude contrária, dizendo que o profeta estava falando por si, e não a vontade de Deus. Tornaram conhecedores da vontade de Deus, mas desprezaram-na dizendo que não era verdade, que aquela não era a vontade de Deus.
Muitas vezes queremos que nossa vontade prevaleça, e justificamos dizendo que todas as demais possibilidades são falsas, mesmo sabendo que não. A declaração de não estar errado é uma falsa paz que o homem costuma ter. Aprendemos com isso, que não devemos ser tão somente conhecedores da vontade de Deus, mas também praticantes. Ainda, tiramos como lição, que, não importa o que Deus mandar, pois mesmo que seja aos nossos olhos loucura, sempre será o melhor, pois a vontade do Senhor é perfeita. Aquilo que parecia ser incabível para eles era realmente o que Deus queria. Precisamos entender que com Deus o difícil se torna fácil, mas sem Ele até o mais fácil se torna difícil.
Por mais estranho que pareça aos nossos olhos o que Deus nos pede, podemos descansar que será sem dúvida o melhor. Contudo, infelizmente eles optaram por seguir a vontade deles e não a de Deus. Deus disse para não descer ao Egito, lugar de suposta paz, porque lá seriam perseguidos, mas que ficassem em Judá em meio ao caos, em meio a destruição, porque ali o Senhor os abençoaria. O salmista disse: “Ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte, não temerei mal nenhum, porque tu estás comigo; o teu bordão e o teu cajado me consolam.” (Sl.23:4) Com Deus tudo é diferente, mas sem Ele, o melhor lugar que se possa imaginar é comparado a um nada. Não se engane, a vontade de Deus sempre foi e sempre será a melhor decisão a ser tomada. Deus abençoe a todos.

Antes que a lâmpada se apague – Candeias Acesas

Lâmpada para os meus pés é tua palavra, e luz para o meu caminho.(Sl 119:105) Amados, existe uma frase que diz que “ninguém é insubstituível”. E no reino de Deus isso também é uma verdade, não existe pessoa que não possa ser substituída, nem instituição ou mesma uma igreja que que não possa ser removida. Olha o que diz o Senhor a igreja de Éfeso: Lembra-te, pois, donde caíste, e arrepende-te, e pratica as primeiras obras; e se não, brevemente virei a ti, e removerei do seu lugar o teu candeeiro, se não te arrependeres.(Ap 2:5). Infelizmente tem muita gente “brincando com Deus”. Nosso Deus é soberano e sua palavra não volta vazia. A palavra de Deus diz que “antes que a lâmpada se apagasse”, Deus chamou Samuel. Irmãos, isto significa de uma forma espiritual que Deus nunca deixa que a lâmpada do templo se apague.
O Senhor sempre chama pessoas que não apaguem Seu Espírito(1 TS 5:19). O Senhor chama pessoas que valorizem sua presença, que temam a Ele, que obedeçam a sua voz. Deus chama pessoas que queiram servir a Ele, em espírito e em verdade(Jo 4:24). Hoje nós somos o “TEMPLO DO ESPÍRITO”, nosso corpo é o SANTUÁRIO DO ESPÍRITO SANTO, que provém de Deus, por isso devemos estar sempre com nossas candeias acesas. Mas para que as candeias fiquem acesas é necessário “azeite puro”, ou seja, uma vida de santidade na “unção de Deus”. Os Filhos de Eli já haviam desprezado a unção de Deus e mal sabiam o que era viver em santidade, quando se prostituíram. Toda prostituição e impureza impedem que sejamos usados “como o Senhor deseja”. (1 Cor 6:13-18-19). Eli também deixou que a lâmpada de Deus se apagasse em sua vida, quando desobedeço a Deus. Diz a palavra de Deus: “Lâmpada para os meus pés e luz para os meus caminhos são a tua palavra (Sl 119:105).
Todo aquele que não observa a palavra de Deus pode ter ser candeeiro removido. A Bíblia relata no livro de apocalipse na carta a igreja de Éfeso um aviso importante para esta igreja e a de nossos dias. “Tenho contra ti que deixaste teu primeiro amor, lembra-te, pois de onde caíste.. arrepende-te e volta a prática das primeiras obras..” (Ap 2:4-5). Na verdade o Senhor agiu mais uma vez com misericórdia, dando oportunidade a Igreja que se concertasse. O Senhor nunca sentencia um juízo sem que haja chance ao arrependimento. Só após a negligência desta admoestação que o Senhor removeria o candeeiro(Ap 2:5b). Os crentes de Éfeso havia abandonado seu Deus( O Espírito do Senhor).
Aqueles cristãos perderam a motivação de servir a Deus, o seu amor para com o Senhor que era a adoração a Ele. O pecado apaga a chama do amor de Deus em nossas vidas e acabamos vivendo como crentes religiosos, conformados a servir a Deus por obrigação a Deus e status. A igreja de Éfeso havia deixado de se relacionar com Deus como outrora, por isso que foi preciso tal exortação. Um relacionamento que se esfria aos poucos só pode ser “incendiado” novamente pelo verdadeiro perdão e pelo resgate da paixão inicial. Para Éfeso só havia uma solução o arrependimento.
Era preciso para Éfeso, lembrar do pecado, arrepender-se dele e “praticar” as primeiras obras. Tirar o castiçal significava que aquela igreja havia “deixado de iluminar” e ser luz para os outros. A palavra diz que se “andarmos na luz”, como Cristo na luz está, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Cisto nos purifica de todo pecado”(1 Jo 1:7). Andai como filhos na luz, pois somos luz no Senhor (Ef 5:8). Somente “no Senhor” somos luz. Disse-lhes, pois, Jesus: A luz ainda está convosco por um pouco de tempo. Andai enquanto tendes luz, para que as trevas não vos apanhem; pois quem anda nas trevas não sabe para onde vai. Enquanto tendes luz, crede na luz, para que sejais filhos da luz. (Jo 12:35-36).
Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará em trevas, mas terá a luz da vida.(Jo 8:12).O candeeiro removido demonstrava inoperância desta igreja. Ela deixou de ser diligente em suas obras para viver apenas de “ser chamada de igreja de Deus”. E assim como todos castiçais do templo com os sete braços iluminaram o templo para o serviço, a Igreja de Deus deve iluminar os outros ao seu redor com a luz de Jesus. Apesar de ser um livro profético a história nos relata que por mais de mil anos, não tem havido igreja em Éfeso, ou seja, seu candeeiro realmente foi removido, porque não se arrependeu. A luz própria de Éfeso foi apagada por não ouvir o que o Espírito de Deus disse a seu respeito (Ap 2:7). Não seja como a Igreja de Éfeso que não se arrependeu e teve seu candeeiro removido, por isso é hora de “acender suas candeias” arrependendo-se e voltando a Deus, ao primeiro amor.

Erguendo os Muros que o Senhor Mandou.

“E sucedeu que, ouvindo Sambalate que edificávamos o muro, ardeu em ira, e se indignou muito; e escarneceu dos judeus.” –Neemias 4:1
Quando o Senhor Deus colocou no coração do profeta Neemias erguer os muros da cidade de Jerusalém, foi o período da vida de Neemias que ele teve mais lutas, apesar deste proposito ter vindo de Deus e não do homem, Neemias teve que sobressair às diversas dificuldades que surgiram, prudentemente ele tomou uma iniciativa, manter em silencio o projeto de Deus, apenas Deus sabia o que estava dentro do seu coração, logo, ele convocou aqueles que deveriam ajudá-lo, e, de imediato ele subiu para colocar em pratica aquilo que Deus tinha sonhado através da vida dele.
O mais interessante é que quando Neemias iniciou as obras, logo os inimigos se levantaram, foram invejas, calunia, difamação, palavras de maldição, ele teve que enfrentar muitas tempestades, Neemias foi alvo de escarnio o tempo todo, tudo para que o profeta deixasse de levar avante aquela obra, os invejosos intentaram contra a vida de Neemias de todas as formas, até subornar outros profetas fizeram, Para isto o subornaram, para me atemorizar, e para que assim fizesse, e pecasse, para que tivessem alguma causa para me infamarem, e assim me vituperarem.
Neemias 6:13, para realizar aquele projeto, Neemias, teve que enfrentar as autoridades, as adversidades, os irmãos, os contratempos e os matadores de sonhos, mais algo maravilhoso existe neste trecho, é que, quando se sonha os sonhos de Deus, não existem nada que consiga parar, no coração de Neemias havia plena convicção do seu chamado, ele simplesmente havia ouvido a voz de Deus, e quando se ouve a voz de Deus, não existem forças das trevas que consiga paralisar este sonho, existia no coração de Neemias um chamado de Deus, aquele que é chamado por Deus, não tem medo do que pode surgir, a sua confiança o leva a transpor qualquer barreiras.
A certeza de Neemias que aquilo que ele estava fazendo era à vontade de Deus, fortalecia sua fé, mesmo aparentemente sem recursos, ele não confiava no que via mais no que estava alicerçado dentro do seu coração, Porque andamos por fé, e não por vista. 2 Coríntios 5:7, logo, quando os invejosos enviaram recados para desviar a atenção de Neemias, para tirá-lo da posição em que Deus o colocou, tentando afastá-lo do seu foco, ele corajosamente respondia, E enviei-lhes mensageiros a dizer: Faço uma grande obra, de modo que não poderei descer; por que cessaria esta obra, enquanto eu a deixasse, e fosse ter convosco?
Neemias 6:3, isto é, Neemias deixava claro, o que faço tem mais importância do que qualquer outra coisa, eu não posso parar de fazer a vontade de Deus, eu não vou dá ouvidos aos aliados das trevas que tentam paralisar o objetivo do meu coração. Neemias estava certo que a reconstrução dos muros de Jerusalém era essencial para impedir que os inimigos entrassem naquela Cidade, o profeta do Senhor se pôs como peça fundamental para tapar as brechas, para que, nunca mais o povo de Deus sofresse com as hostes do inimigo, então, ele aceitou pagar o preço, e o preço de Neemias foi abrir mão de viver para realizar os projetos de Deus, Neemias abriu mão da sua vida e foi viver aquilo que Deus colocou no seu coração, ele se colocou com Atalaia do Senhor, ele não recuou, quanto mais intensificavam as investidas dos seus inimigos, mais ele trabalhava na reconstrução dos muros, quando ele viu que já estava demais, que estava passando dos limites, ele sabiamente clamou ao Senhor e entregou os inimigos em suas mãos.
Lembra-te, meu Deus, de Tobias e de Sambalate, conforme a estas suas obras, e também da profetisa Noadia, e dos mais profetas que procuraram atemorizar-me. Neemias 6:14, foram cinquenta e dois dias de lutas travadas mais Neemias consegui vencer, pois ele creu no Senhor Poderoso que o tinha enviado, ele apenas se esforçou e Deus lhe deu a vitória. Não to mandei eu? Esforça-te, e tem bom ânimo; não temas, nem te espantes; porque o Senhor teu Deus é contigo, por onde quer que andares. Josué 1:9.
Quem sabe, Deus tenha colocado uma obra em teu coração para realizar, mais, são tantas as perseguições, tantos os empecilhos que tem surgido e você sente medo de continuar e até tem deixado a obra do Senhor de lado, hoje o Senhor manda te dizer, levanta-se, eis que faço novas todas às coisas, os teus inimigos não vencerão se tu confiar em mim, Eu só o teu Deus, e quando Eu ordeno, Eu 
garanto a vitória. Ainda antes que houvesse dia, eu sou; e ninguém há que possa fazer escapar das minhas mãos; agindo eu, quem o impedirá? Isaías 43:13, Os Tobias e Sambalates, sempre existirão, pois, eles terão que presenciar os feitos que vou realizar através da sua vida. Deus tem proposito na vida de todo o ser humano, Seja um Neemias, confie, não pare de lutar, faça aquilo que é certo, ponha o teu coração no Senhor que você terá Vitorias.

Achado arqueológico reforça narrativa bíblica sobre a expulsão de legião de demônios por Jesus.

Arqueólogos descobriram uma laje de mármore raro perto do Mar da Galiléia, e a divulgação de alguns detalhes apontam para o episódio em que Jesus expulsou uma legião de demônios de um homem que vivia entre os túmulos para uma manada de porcos. A narrativa dessa passagem do ministério de Jesus está no capítulo 8 do evangelho de Lucas. A antiga laje, datada de 1.500 anos, foi encontrada no local onde acredita-se que tenha sido uma sinagoga de Kursi, e contém inscrições em hebraico que inclui frases como “lembradas para sempre” e “Amém”.
De acordo com informações do site Noticias Cristianas, a pesquisa e escavação foi conduzida pelo doutor Haim Cohen e pelo professor Michal Artzy, da Universidade de Haifa, em cooperação com a Autoridade de Antiguidades de Israel e a Autoridade de Parques e Natureza. Cohen afirmou que a descoberta é a prova de que havia um assentamento judeu ou cristão naquele sítio arqueológico: “A presença de um sítio judaico na costa oriental do Mar da Galiléia, é um fenômeno muito raro. Até agora não tínhamos nenhuma prova de que os assentamentos judaicos existiram durante este período ao longo da costa oriental do Mar da Galiléia”, disse.
O professor Artzy considera a descoberta um achado raro e fascinante. “A dedicação é composto por oito linhas, o que é muito detalhada e expansiva. Na maioria dos casos há muitas palavras em letras hebraicas gravadas na pedra, de modo que a pessoa a quem foi dedicado o registro deve ter tido uma enorme influência sobre a população local”, afirmou. “Não há paralelo por tais achados arqueológicos em Israel tão detalhados até a data pesquisada”, acrescentou. O achado, enfim, aponta para o ato de exorcismo feito por Jesus porque corrobora a narrativa de que havia judeus naquela região há milênios atrás. Os pesquisadores há muito acreditam que Kursi poderia ter sido o “país dos gadarenos”, a região costeira que é mencionada nas Escrituras.

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Notícias Adventistas ...

Igreja Adventista na Alemanha se compromete a proteger refugiados

Igreja-Adventista-na-Alemanha-se-compromete-a-proteger-refugiados
INSTITUCIONAL
Agência humanitária adventista também tem oferecido atendimento aos sírios que chegam à Europa.

Adventistas reafirmam preservação do meio ambiente como criação divina

Evento mundial continuará nessa semana com redação final das principais decisões dos países participantes. Foto: http://geostudos.com/site/?p=263
CIÊNCIA
A preservação ambiental é vista pela Igreja Adventista como um dever dos cristãos em cuidar daquilo que Deus criou.

Médico adventista atende refugiados de guerra

medico-adventista-atende-refugiados-de-guerramedico-adventista-atende-refugiados-de-guerra1
MISSÃO
Agência Adventista Sul Americana de Notícias conversou com médico adventista que faz trabalho com refugiados na Ilha de…

Liberdade Religiosa impulsiona economias, diz adventista no Fórum do G20

liberdade-religiosa-impulsiona-economias-diz-adventista-no-forum-do-g201
LIBERDADE RELIGIOSA
Líder mundial adventista de Liberdade Religiosa, Ganoune Diop, conversou com líderes presentes à Reunião…

O segredo da vitória é a Obediência !!!

Este não foi copiado e colado de ninguém. Escrevi agora a pouco depois de orar, e que sirva para muitos como reflexão. Vendo o desespero de alguns por vitórias, Deus falou à minha mente que o segredo da vitória não está em subir montes, nem rasgar os joelhos, nem se matar de fazer inúmeros jejuns, o segredo mesmo está na obediência a Ele. Buscar a santidade em tudo, até no falar. Basta abrirmos a bíblia para comprovarmos quem recebeu vitória, e essa obediência é feita sem questionar a Deus. Abraão saiu da sua terra sem questionar como seria a sua vida lá no lugar que nem mesmo sabia o nome, a única certeza que tinha era que precisava sair de onde estava. O problema de muitos crentes é viver pedindo sinais demais, e nem escutam mais a ordem de Deus para irem aonde Ele manda.
E com a moda exagerada de desabafo no facebook, hoje o que a gente vê é um bando de gente fraca, onde um dia é de Deus, e grita aleluias, e no outro dia é um pobre coitado e infeliz, alguns ainda vivem buscando a piedade como crentes dodói. E isso sem falar na choradeira das pessoas que vivem pedindo pinico para os ex-companheiros voltarem. Só sei que pessoas que oscilam demais não podem ser exemplos de vida, e principalmente se for pregador. Eu mesma não confio em profeta que tem uma vida de tanta fraqueza espiritual. Profeta só chora nos pés de Jesus, desabafa os erros para Deus.
 Meus amigos e irmãos, tem certas certas coisas que não podem ser questionadas e nem desabafadas. Pois Satanás tem dado rasteira em muita gente que fala demais. Precisamos sustentar um caráter forte até mesmo quando formos fracos. E quem questiona demais a Deus não consegue ouvir a voz dEle, e é por isso que tem muito crente andando em círculos, sai ano e entra ano tudo na mesmice. Que nesta manhã o Senhor levante pessoas com um espírito diferente. Pessoas que acreditem na própria oração feita de joelhos, e que usem a fé de verdade.
Crente que ora achando, ora duvidando. Crente cheio da unção ora é crendo, e sem duvidar. Eu mesma aprendi há mais de 20 e poucos anos que só é forte mesmo quem sustenta o que acredita até o fim da vida. Há mais de 11 anos atrás quando aceitei de fato que eu era uma pregadora, ali decidi que jamais eu deixaria que o ímpio visse minhas lágrimas de luta, e que eu seria forte para ganhar vidas. As pessoas que estão sensibilizadas e feridas, elas precisam de apoio emocional e espiritual. E um doente não pode cuidar de outro doente. E se você quer cuidar de vidas, cuide primeiro de si mesmo. Esta foi a frase que Deus me ensinou nesta caminhada. Pois quem vive em altos e baixos jamais poderá sustentar a fé que diz ter. Orem, e vigiem muito. Um dia de unção de sabedoria, inteligência e riquezas em todos os aspectos.
/www.neyrymaclennan.com/news/o-segredo-da-vitoria-e-a-obedi%c3%aancia%21/

Restauração do Caído ....

Um crente verdadeiro pode cair, mas não numa queda definitiva, que seja para a perda da vida eterna, que recebeu pela graça. Se ele cair, Deus o levantará e o renovará outra vez, para arrependimento, porque não pode justificá-lo uma segunda vez. Isto é impossível, já que foi feito nova criatura em Cristo, quando creu, de uma vez para sempre. O próprio Noé, campeão da justiça, depois que se embriagou, arrependeu-se certamente, e permaneceu salvo pela soberana graça.
Noé caiu, mas não numa queda final para a morte eterna, que ocorrerá somente com aqueles que não têm a Cristo, no dia do grande juízo de Deus. Um crente pode se desviar, cair no pecado; e embora, isto seja ruim e maligno, ele poderá se reconciliar com Deus, porque sua salvação é eterna e segura, pelo poder de Deus. Como um pai zeloso, Ele vela pela segurança de seus filhos, e tudo faz para mantê-los saudáveis e em vida. Seria uma coisa muito dura certamente, se um crente caísse e não pudesse se reconciliar com Deus.
Felizmente, o texto de Hb 6, não diz que é uma coisa muito dura, mas que é impossível; o que nós também dizemos. Se um caso como é suposto, pudesse acontecer, seria impossível para o homem, bem como para Deus, porque Ele determinou que nunca estabeleceria um segundo plano de salvação para salvar aqueles que tivessem rejeitado a única e primeira, depois de tê-la experimentado.

Injustos Mas Justos ...

Todas as pessoas, sem uma só exceção, nada possuem por natureza, que lhes recomende ao Reino dos Céus. Mesmo no caso de Abel, Noé, Abraão, Moisés, Davi, Daniel, Isaías e tantos outros – homens dos quais o próprio Deus deu testemunho de serem justos e agradáveis perante Ele, haveria um juízo de condenação eterna sobre eles, caso Deus não lhes tivesse justificado do pecado, pela fé.
Afinal todos eles eram também pecadores assim como nós, e o salário do pecado para qualquer um é sempre a morte eterna. Assim, há uma justiça perfeita que nos é atribuída pela fé, que é a de Jesus Cristo, que nos livra da condenação e que permite sermos agradáveis a Deus em obras de fé, arrependimento, justiça e busca da presença do Senhor por um andar digno perante Ele e todos os homens. De modo que apesar de injustos que éramos aos olhos de Deus, antes da nossa conversão a Cristo, somos considerados justos por causa da pessoa, obra e méritos do Senhor Jesus.
Apesar de não sermos perfeitos na prática da justiça, enquanto vivermos neste mundo, todavia possuímos a justiça perfeita de Jesus que nos foi atribuída por Deus, simplesmente por causa do arrependimento e da fé, e esta justiça jamais será retirada de nós.

quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

Feliz Natal de 2015 ....

Três são as festas da Cristandade, a saber: O Natal, a Páscoa e o Pentecostes.
O Natal de Jesus de Nazaré, o Messias de Deus é anunciado nos Evangelhos. Este Menino, o Emanuel está profetizado o Seu nascimento nos Salmos e nos profetas. A celebração do Natal de Jesus em Belém é enriquecida com detalhes coreográficos pelo evangelista Lucas.
Não sabemos o dia em que Jesus nasceu, convencionou-se, entretanto, por razões talvez poéticas que a luz resplandeceu após a noite mais longa, o solstício de inverno que no dizer de João Batista ali estava a luz verdadeira, que alumia a todo o homem que vem ao mundo Jo 1:9. Proponho-vos pois, Estimados Leitores, neste Natal, meditarmos no poema de M. M.B. du Bocage:
“Se considero o triste abatimento
Em que me faz jazer minha desgraça,
A desesperação me despedaça.
No mesmo instante, o frágil sofrimento.
Mas súbito me diz o pensamento,
Para aplacar a dor que me traspassa,
Que Este que trouxe ao mundo a Lei da Graça,
Teve num vil presepe o nascimento.
Vejo na palha o Redentor chorando
Ao lado a Mãe, prostrados os pastores,
A milagrosa estrela os reis (magos) guiando.
Vejo-O morrer depois, ó pecadores,
Por nós, e fecho os olhos, adorando.
Os castigos do Céu como favores”.
Te Desejo um alegre e feliz Natal cheio de Paz.